26/08/2023 às 06h12min - Atualizada em 26/08/2023 às 06h12min
Governo abre seletivas do Garantia Safra e inscrições vão até dia 20 de setembro


As inscrições para o Garantia Safra 2023/2024 estão abertas e vão até 20 de setembro deste ano, para a Safra Verão. O benefício, ação do Governo Federal, através do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), é executado na Bahia pela Secretaria Estadual do Desenvolvimento Rural (SDR) e garante renda para produtores e produtoras que têm perda de safras por seca ou excesso hídrico, principalmente os que vivem no semiárido.

 

Para realizarem a adesão, os interessados devem procurar o Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (Setaf), Sindicatos de Trabalhadores Rurais ou prefeituras cadastradas, com documentos de identificação em mãos. O Coordenador Estadual do Programa Garantia Safra, Alexandre Contreiras, explica que “o agricultor precisa levar identidade, CPF, comprovação de que é detentor daquela terra e a intenção de plantar feijão, milho, arroz, mandioca e algodão. Vale destacar que só é permitido um benefício por família”.

 

Dentre os estados que aderem ao programa, a Bahia é o único que subsidia em 50% os aportes municipais e as contribuições dos produtores. Segundo o governo do estado, nas três últimas safras, a gestão investiu cerca de R$ 134,5 milhões para manutenção do custeio.

 

“O programa é conhecido por garantir condições mínimas de sobrevivência aos agricultores de diversos municípios. Somos o Estado com maior participação, em comparação ao restante do Brasil, e ainda assim pretendemos expandir o número de inscrições para quem precisar, ter acesso. A SDR, através da Superintendência de Agricultura Familiar, solicitou ao comitê gestor a liberação de 310 mil cotas, que serão ofertadas aos municípios das safras 1 e 2”, explica o secretário da SDR, Osni Cardoso.

 

Podem participar do Garantia-Safra famílias com renda bruta mensal de até 1,5 salários-mínimos, excluindo a aposentadoria rural, com área máxima de quatro módulos fiscais e que atendam ao requisito de cultivar, no regime de sequeiro, 0,6 a 5 hectares de feijão, milho, arroz, mandioca ou algodão. Caso seja comprovada a perda de no mínimo 50% dessa produção, o agricultor ou agricultora será beneficiado com R$ 1.200,00.

 

Dúvidas ou mais informações podem ser tiradas pela Superintendência de Agricultura Familiar da SDR através dos telefones (71) 3115-2867 / 2884 ou no e-mail garantia.safra@sdr.ba.gov.br.

 

NOTÍCIAS RELACIONADA
Carteira Nacional de Identidade: Bahia iniciará agendamento para emissão de documento que substitui RG...
Homem morre no HGG após ser picado por abelhas em...
Cachaça baiana ganha projeção como produto turístico na...
Jovem de Livramento de Nossa Senhora cria maior drone agrícola de pulverização do...
GALERIAS
CLASSIFICADOS