10/07/2023 às 17h10min - Atualizada em 10/07/2023 às 17h10min
TJ-BA concede liberdade provisória a médico acusado de estupro em Brumado


A desembargadora Soraya Moradillo Pinto, da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), concedeu liberdade provisória para um médico acusado de estupro no município de Brumado. A decisão foi publicada nesta segunda-feira (10). O crime teria acontecido no dia 10 de maio deste ano (veja aqui). O médico era ex-funcionário do presídio de Brumado (veja aqui). Com o Habeas Corpus concedido pela justiça, o médico responderá ao crime em liberdade, com a condição de se manter a uma distância de 300 metros da residência e do local de trabalho da vítima, nem de manter contato com ela. Segundo apurou o site Achei Sudoeste, também não poderá aproximar de seus familiares, colegas, amigos e testemunhas por qualquer meio de comunicação, não poderá transitar nas ruas das 20h às 6h, além dos finais de semanas e feriados. Quando solicitado, o acusado deverá ainda comparecer em juízo, no primeiro dia útil de cada mês, para informar e justificar suas atividades. Ele fica proibido ainda de se ausentar da comarca de curso do processo original. O Habeas Corpus foi pedido pelos advogados criminalistas, os brumadenses, Mauricio Vasconcelos e Fabiano Vasconcelos, além de Aloísio Freire. Os advogados disseram que o processo continua e ao seu final irão provarem a inocência do médico.

NOTÍCIAS RELACIONADA
Acusados pela morte de guanambiense são condenados a 22 e 26 anos de prisão em Vitória da...
Preso por estupro, ex-vereador cobra indenização de quase R$ 900 mil do...
Idoso é condenado a 12 anos de prisão por estupro de vulnerável no interior da...
Após multa, Elon Musk manda recado a...
GALERIAS
CLASSIFICADOS