14/06/2022 às 17h27min - Atualizada em 14/06/2022 às 17h30min
Prefeito de Caetité é denunciado por ilegalidade no transporte escolar


Uma representação foi encaminhada ao Ministério Público Federal (MPF) de Guanambi contra o prefeito de Caetité, Valtécio Neves Aguiar (PDT) por "incorrer na suposta prática de grave ato de improbidade administrativa, com prejuízo ao erário". o responsável pela representação foi o vereador Jorge Magno de Carvalho Ladeia Júnior (PSDB).

 

A representação envolve o serviço de transporte escolar da cidade. O denunciante alega que a volta às aulas em Caetité foi adiada para o mês de março, pelo motivo da montagem do processo para a contratação de terceiros, sem licitação, os quais devem prestar o serviço de transporte escolar municipal. 

O vereador ainda alega que os processos precisaram de documentos e informações imprescindíveis à contratação do serviço, de acordo como preconiza o MPF. Ainda de acordo com o parlamentar, os preços superfaturados é um “jogo de cartas marcadas”.

A Tarde

NOTÍCIAS RELACIONADA
Câmara aprova PL que pune golpes cometidos por meio de redes...
Câmara aprova proposta que acaba com saídas temporárias de presos ...
Projeto prevê pensão alimentícia para vítimas de motoristas...
Partidos compram 24 carros de R$ 100 mil ou mais com verba...
GALERIAS
CLASSIFICADOS