31/01/2024 às 06h17min - Atualizada em 31/01/2024 às 06h17min
Candidata passa mal e morre ao realizar prova física em concurso da PM


Uma mulher morreu na última segunda-feira (29) após passar mal durante o Teste de Aptidão Física (TAF) do concurso da Polícia Militar do Distrito Federal. Gabriela dos Santos Gontijo chegou a ser levada ao hospital, mas não resistiu e morreu no dia seguinte à prova.

Gabriela realizava testes físicos para o cargo de soldado da PM, no último domingo (28), em Taguatinga. Segundo a banca organizadora do concurso público, a candidata sofreu um mal súbito durante o teste de corrida, e foi prontamente atendida por uma equipe médica.

Em nota, Polícia Militar afirmou que lamenta a morte da candidata e se solidariza com a família. Além disso, garantiu que "todos os aspectos" do teste são de responsabilidade da banca examinadora, o Instituto AOCP.

O órgão, por sua vez, emitiu um posicionamento sobre o caso, alegando que Gabriela tinha apresentado um atestado de aptidão física assinado por um médico cardiologista de Samambaia Norte, que a declarou apta para participar da etapa.

"A organizadora do certame informa que a aplicação dos testes físicos observou as disposições contidas na Lei nº 4.949/ 2012 e que durante o período em que os candidatos aguardaram a realização das provas, eles puderam utilizar os bebedouros do local, bem como não havia qualquer restrição quanto a possibilidade de alimentação. O local de realização da etapa respeitou todas as regras, estava em ordem com todos os equipamentos utilizados nos testes e ainda teve sua estrutura elogiada por outros candidatos", disse o Instituto.

 

Bn@ws

NOTÍCIAS RELACIONADA
Ator e influencer são presos por fraudar doações ao RS com 235 chaves pix...
Jovem fica gravemente ferido após se envolver em acidente de moto em...
PF indicia ministro das Comunicações, Juscelino...
PM é preso suspeito de estuprar jovem de 15 anos na Bahia; vítima estava a caminho da escola quando...
GALERIAS
CLASSIFICADOS