08/12/2021 às 05h35min - Atualizada em 08/12/2021 às 05h35min
Justiça anula condenações de Eduardo Cunha na Operação Sépsis


Tribunal Federal da Primeira Região (TRF-1) decidiu anular a condenação dos ex-deputados Eduardo Cunha (MDB-RJ) e Henrique Eduardo Alves (MDB-RN) no âmbito das investigações da Operação Sépsis. A ação apurou o envolvimento dos dois parlamentares em um suposto esquema de cobrança de propina de empresários em troca de contratos com a Caixa Econômica Federal, mais precisamente no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FI-FGTS). A decisão foi tomada em sessão fechada realizada nesta terça-feira, 7. Os magistrados do TRF-1 seguiram o entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) de que casos de caixa dois, mesmo que relacionados a outros crimes como lavagem de dinheiro e corrupção, devem ser julgados pela Justiça Eleitoral. Cunha havia sido condenado pelos crimes de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e violação de sigilo funcional, com pena de 242 anos e 10 meses, além de uma multa de R$ 7 milhões. Henrique Eduardo Alves, por sua vez, foi condenado por lavagem de dinheiro, com pena de 8 anos e 8 meses de detenção.

 

  • Por Jovem Pan

 

 
NOTÍCIAS RELACIONADA
MP-BA lança campanha de combate à violência sexual contra...
TSE encerra fase de testes das urnas...
Justiça determina despejo de dois templos da Igreja Mundial por causa de...
Prazo para emitir ou regularizar título termina...
GALERIAS
CLASSIFICADOS